Gratidão

Antes de me referir ao casal, acho interessante compartilhar como cheguei até eles através de uma reflexão que Claudia me mandou nessa manhã por whatsapp. Segue:

“Lipinho, tava pensando aqui em como quando é pra ser o universo conspira a favor pra tudo acontecer bem. Que quando a gt tá atendendo a uma vontade do coração, quando a gt tá seguindo ele, tudo vai se resolvendo da melhor forma possível de uma forma surpreendente, que a gt nunca imaginaria. Vê só tu fez o curso da atv quando vc teve vontade, mesmo depois de quase dois anos de “insistência” minha, ai lá tu conhece esse cara é través dele o programa, resolve tudo em uma semana e vai pra Portugal lá tu conhece uma amiga de Pedro que tem um casal amigo justamente em Jakarta o lugar que ngm nunca vai. E agr tas aí recebendo um super apoio logo nesses início. Olhando assim pelo menos eu tenho a certeza que não existiria decisão mais acertada no momento e que com certeza oq vc vai viver ai trará exatamente oq vc precisa pra ajudar a sua vida e a dos outros. Então nessa jornada ai que acaba de começar continue seguindo seu coração que ele já tá mostrando que sabe das coisas e que conta com um monte de ajuda lá de cima. Acho que as vezes a gt não consegue escutar direito esses desejos pq fica racionalizando tudo o tempo todo querendo encontrar uma boa razão ou um bom apoio racional pra poder tomar coragem e seguir o coração. Então o que eu queria lhe dizer é isso, se jogue e confie no seu coração e no universo que eles vão direcionando a gt sempre pro melhor caminho”.   *atv (arte de viver)

Então, é com esses dizeres da sábia sabiá Cláudia Renda que eu queria deixar registrado o meu mais profundo agradecimentos a ela mesma, por ter me apresentado a Arte de Viver (que relutei tanto em conhecer). A Bruno que conheci na Arte de Viver e que compartilhou essa experiência de intercâmbio da AIESEC comigo. Ao meu irmão Pedro que arranjou esse almoço nos 45 do segundo tempo em Lisboa. Claro, a Tetê (a amiga do almoço de Lisboa), que me confiou o contato do casal de amigos dela que estão morando Jakarta. E digo “Agradecer”, simplesmente porque no fim desse “telefone sem fio” existia um casal, Leticia (brasileira curitibana) e Gunnar (alemão brasileiro) que me receberam de braços abertos desde os primeiros contatos pelo direct no instagram, até os mínimos detalhes na minha chegada aqui do outro lado do mundo.

20180109_185207

 

One thought on “Gratidão

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s